Notícias

19/05/2017 09:35 G1

Dólar abre em queda, após fechar na maior alta em 18 anos

ólar abriu o dia em queda nesta sexta-feira (19), após fechar na maior alta diária em 18 anos na véspera, diante do pânico dos mercados em relação a denúncias envolvendo o presidente Michel Temer.

Às 9h20 a moeda norte-americana operava em queda de 1,82%, cotada a R$ 3,3273 na venda. Veja a cotação.

Depois de ter sido atingido por denúncias, feitas pelo empresário Joesley Batista, da JBS, para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou abertura de investigação contra o presidente Temer.

 

Intervenção do BC

O BC manteve a oferta de até 8 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de moedas, para rolagem do vencimento de junho. Mas também anunciou que fará leilões diários de swaps cambiais até o próximo dia 23, ofertando até 40 mil novos contratos em cada atuação que decidir. Entenda o que são swaps

Além do BC, o Tesouro Nacional também anunciou intervenção em razão da volatilidade no mercado e fará leilões nesta sessão, também até o dia 23, de compra e venda de títulos.

 

Véspera

Na véspera, o dólar subiu 8,15% e fechou a R$ 3,3890 na venda. Na máxima do dia, a moeda foi a R$ 3,44, segundo a Reuters, com o mercado reagindo reagindo à forte turbulência política iniciada na noite de quarta-feira (17), quando o jornal "O Globo" publicou notícia de que o dono da empresa JBS gravou o presidente da república, Michel Temer, dando aval para comprar silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo