Destaques

24/08/2017 11:37 Isabela Mercuri/Olhar Direto

'Rally dos Sertões' passará pela primeira vez por Mato Grosso

A 25ª edição do ‘Rally dos Sertões’ chega pela primeira vez a Mato Grosso nesta quarta-feira (23), depois de sair de Goiânia no último dia 16. O percurso termina em Bonito, Mato Grosso do Sul, no sábado (26). Por aqui, os participantes passam pelo município de Barra do Garças.
Criado em 1991, o primeiro Rally partiu de Ribeirão Preto (SP) com destino a Maceió (AL), daquela vez somente com motos participando. Dois anos depois, em 1993, a primeira edição já com o nome ‘Rally dos Sertões’ saiu de Campos do Jordão (SP) com destino a Natal (RN).
Esta edição, além de comemorar os 25 anos da competição, contará com alto nível técnico e elevado grau de dificuldade. Serão 280 participantes, sendo 161 veículos, nas categorias carros (cross country e regularidade), UTVs e quadriciclos, além dos integrantes da expedição Sertões, que vão percorrer 666,01 km.
“O rally é um grande evento esportivo de projeção nacional e internacional. A inclusão do nosso estado cria visibilidade aos produtos turísticos mato-grossenses. É de suma importância que nós todos estejamos engajados para a passagem por Mato Grosso ser receptiva, mostrando o calor humano da nossa terra”, destaca o secretário adjunto de Turismo do Estado, Luis Carlos Nigro.
As equipes de apoio e montagem já chegam a Barra do Garças na madrugada de terça para quarta-feira (23), enquanto os competidores chegam na quarta-feira à tarde. Eles vão embora na quinta (24) de manhã rumo a Coxim (MS).
De acordo com a organização, o trecho entre Barra do Garças e Coxim “será a espacial mais longa da edição. A prova começa com estradas de piçarra bem sinuosas, segue por regiões de reflorestamento, passa por algumas serras até alcançar área agrícola com longas retas (alta velocidade). Em seguida, fica travada novamente. Trechos de Trial, com muitas pedras e segue para região mais plana. O final da especial tem muitas curvas e trechos de média e alta velocidade”.
Ações
O Rally também vai promover uma série de ações sociais e ambientais, junto à competição. Uma delas, considerada a maior iniciativa social privada ligada ao esporte no Brasil, vai oferecer milhares de atendimentos médicos, distribuir toneladas de materiais educativos e realizar centenas de palestras e oficinas instrutivas.
Além disso, uma equipe acompanha a competição recolhendo todo o lixo gerado por ela, como vidros quebrados, pedaços de ferro e fibra (dos para-choques ou portas), e até mesmo derramamento de óleo, causados por acidentes com os veículos.
A Equipe Sertões Ambiental também espera tornar os profissionais do evento e as comunidades envolvidas cada vez mais conscientes de sua responsabilidade ecológica.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo